quinta-feira, 10 de setembro de 2009

TVs devem obedecer classificação e fuso horário, diz STJ


da Folha Online


Leia também:

Senado muda fuso horário brasileiro para atender à Globo


O STJ decidiu nesta quinta-feira, de forma unânime, que as emissoras terão de obedecer a classificação etária de programas de acordo com o fuso horário de cada Estado, informa a coluna Ooops!, do UOL.

Ainda cabe recurso e as emissoras devem recorrer, mas a decisão, que certamente vai irritar e causar dor de cabeça operacional à maioria das TV's abertas, entra em vigor assim que for publicada no "Diário Oficial" (provavelmente na segunda-feira).

Para entender a decisão: hoje a Globo exibe uma novela classificada como imprópria para antes das 21h, ao mesmo tempo, em São Paulo e no Acre. Só que em Rio Branco ainda são 20h --o que fere a classificação etária. A decisão do Superior Tribunal de Justiça põe fim a essa prática.

Cada TV terá de adequar a classificação de seus programas a cada região do país, não importa o lugar. As emissoras rebatem e afirmam que, além de complicar, isso também encarece a operação de transmissão.

Enviar para o Twitter

0 comentários: