segunda-feira, 25 de maio de 2020

PASSO A PASSO NO PHARMA CONNECTION, clique aqui

USE A BARRA DE ROLAGEM PARA IR ATÉ O FINAL;  use o botão  Postagens mais antigas no final da página para outros assuntos, tais como modelos de  carimbos e etc.


















DROGARIAS,  FARMÁCIAS,  DISTRIBUIDORAS DE MEDICAMENTOS E AFINS:


NOSSO CANAL DE ATENDIMENTO É O E-MAIL:   ed1000sonalves@gmail.com










AQUI VOCÊ ENCONTRA TODO O PASSO A PASSO   NA SEGUINTE ORDEM NÚMERICA:



1 - CLIQUE AQUI   PARA  O  COMO ENVIAR O XML PARA ANVISA (com vídeo);

SOFT'S DE ANTIMICROBIANOS  PODERÃO SER OPERACIONALIZADOS POR FUNCIONÁRIOS TREINADOS PELO FARMACÊUTICO

De acordo com a Lei 3.820/60, todas as atividades do farmacêutico, no Brasil, são regulamentadas pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF). Reunido, nessa quinta-feira (25), em Brasília, o Plenário do CFF, na defesa da assistência farmacêutica - principal atividade do farmacêutico, em farmácias e drogarias - votou pela alteração do Artigo 1º, da Resolução nº 542/2011* e determinou que:

O FARMACÊUTICO PODERÁ ATRIBUIR A ESCRITURAÇÃO DAS RECEITAS DE ANTIMICROBIANOS A FUNCIONÁRIO POR ELE TREINADO E SOB SUA ESTRITA SUPERVISÃO. PORÉM, A CONFERÊNCIA E A TRANSMISSÃO DOS DADOS É ATIVIDADE INDELEGÁVEL DO FARMACÊUTICO.
*A alteração será publicada, em breve, no Diário Oficial da União (DOU)



Walter da Silva Jorge João
Presidente do CFF

Contudo, a dispensação das receitas permanece atividade exclusiva do farmacêutico. 
Fale pelo o Whats App
Fale pelo o Whats App






Enviar para o Twitter

0 comentários: