quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Anvisa lança 0800 para facilitar acesso da sociedade


A população ganhou acesso a um novo canal de comunicação direto e gratuito com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa. Nesta quarta-feira (16), a Anvisa inaugura sua central de atendimento telefônico e eletrônico.


Pelo número 0800 642 9782, qualquer cidadão poderá realizar denúncias, obter informações sobre produtos sujeitos a vigilância sanitária (cosméticos, alimentos, medicamentos etc.), orientações aos viajantes e conferir o andamento de processos. O serviço ficará disponível de segunda à sexta, das 7h30 às 19h30 (hora Brasília), totalizando uma capacidade de atendimento diário de 456 horas.


“ Acreditamos que a central possa atender de forma imediata 80% dos pedidos de informação que chegam à Agência”, afirmou o diretor-presidente, Dirceu Raposo de Mello, ao fazer a primeira ligação para o serviço. Dúvidas muito específicas e técnicas serão registradas e encaminhadas às áreas que terão prazo para resposta.“ O serviço vai aproximar a vigilância sanitária da população brasileira, do industrial à dona de casa, que se tiver dificuldades de acessar a vigilância sanitária local, vai poder ligar para a Anvisa para denunciar um salame estragado no supermercado, por exemplo”, aponta o deputado federal Tarcisio Perondi (PMDB/RS), presidente da Frente Parlamentar da saúde. As respostas da área técnica serão encaminhadas à Central, que fará o contato com o usuário por e-mail ou telefone. Os usuários do serviço poderão acompanhar o andamento do atendimento por meio de um número de protocolo que será fornecido ao final de todas as ligações.


O serviço é aberto aos cidadãos, empresas e órgãos de vigilância sanitária.“ Num país que ainda vive um contexto de diversidades regionais e de considerável exclusão digital, a possibilidade da oferta desse serviço por telefone democratiza o acesso à informação em saúde e é um passo importante para garantir a segurança coletiva”, defende a consultora em vigilância sanitária da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) /OMS, Éji Pons.


As informações específicas das empresas serão fornecidas somente mediante a confirmação de dados cadastrais. Todo atendimento será gravado, a fim de garantir maior segurança ao processo. A iniciativa foi recebida com entusiasmo pelo setor regulado. “A expectativa é que esse canal ofereça maior celeridade na resolução das dúvidas, o que será muito benéfico”, afirma a gerente de Legislação Industrial Farmacêutica do Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma), Rosana Mastelaro.


Além do serviço 0800, a população também poderá se comunicar com a Anvisa por meio de um serviço de Fale Conosco, que ficará disponível no site da Agência.


Informações: Ascom/Assessoria de Imprensa da Anvisa

Enviar para o Twitter

0 comentários: