segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Binho fala sobre programa de habitação


Mariama Morena

"O Acre nunca teve um programa habitacional tão ousado", afirma governador sobre o Minha Morada que vai garantir 10 mil casas para as famílias que mais precisam.
No programa de rádio Dois Dedos de Prosa desta segunda-feira, o tema do bate-papo com o governador Binho Marques foi o maior programa de habitação do Acre, o Minha Morada. Apresentado oficialmente no último dia 21 de agosto, com a presença do presidente Lula no Acre ao lado do governador, o programa garante a construção de 10 mil casas para famílias de baixa renda no estado. Marques ressaltou que o projeto já está em curso desde o início de sua gestão, em janeiro de 2007.

"Quando começamos essa gestão, já nos preocupávamos com habitação. Então, a partir do programa, começamos a construir casas de todas as formas que a gente poderia fazer.
O presidente Lula viu o nosso esforço. Conseguimos atingir cerca de 6 mil casas no nosso programa estadual, apenas com recursos do governo, com financiamentos, e o presidente Lula comprometeu o programa nacional, que é o ‘Minha Casa, Minha Vida', mais 4 mil casas para que o nosso programa chegasse a esse marco de 10 mil casas", explica Binho.

Para o governador, este programa é um marco histórico. "O Acre nunca teve um programa habitacional tão ousado", avalia. Uma das preocupações do programa foi garantir que as residências possuam todas as condições básicas necessárias para uma família viver com dignidade.

"E mais importante do que a construção de 10 mil casas, é que são 10 mil casas para quem mais precisa. Equidade significa dar mais para quem mais precisa. Essas 10 mil casas vão ser destinadas para as pessoas que vivem em área alagadiça, área de desbarrancamento, que enfrentam dificuldades sociais.
É por isso que esse programa tem prioridade absoluta, voltado principalmente para as famílias que têm renda até três salários mínimos", afirma o governador.

No programa, Binho Marques explica que as famílias cadastradas no Bolsa Família automaticamente estão cadastradas no Minha Morada. "As pessoas que estão cadastradas no cadastro único do Governo Federal (CadÚnico) que é dedicado às famílias mais pobres serão as primeiras selecionadas no programa. Para confirmar essa inscrição, as famílias que não têm casa terão apenas que manifestar interesse em participar do programa".

Outra informação importante confirmada pelo governador é de que já foram assegurados todos os recursos para construção das 10 mil casas. "Nesse exato momento temos 55 canteiros de obras em todo o estado. E são 3 mil trabalhadores só nesse programa de habitação. Então é um programa que está gerando emprego, renda e está fazendo com que a gente tenha melhor condição de vida para todos".

Enviar para o Twitter

0 comentários: