quinta-feira, 21 de maio de 2009

O QUE NÃO ENXERGAMOS POR TRÁS DA “MAQUIAGEM”

Filosofando
Todas as quintas

Odion Monte

Quando assistimos a um filme, ou uma novela, com lindas e belas mulheres, não imaginamos que por trás da “maquiagem” que usam as atrizes e atores, pode haver uma feia mulher, ou um homem sem nenhuma beleza, escondendo pequenos defeitos pela maquiagem, mesmo assim vivemos assistindo os filmes as novelas que nos encantam todos os dias na telinha da nossa sala, ou na tela gigante das poucas salas de cinema que temos na Cidade.

Mas o que mais nos encanta são as belezas das nossas praças que nossos governantes gastam centenas de milhares de reais, para embelezá-las, ou ainda os lindos prédios públicos, as lindas bibliotecas, a renovação de antigos mercados, a reforma das pontes, a imensa queima de fogos nas festas natalinas que abrilhantam os céus no dia vinte e cinco de cada dezembro, nos deixando totalmente “míopes” ao ponto de não conseguirmos enxergar os pequenos pontos miseráveis que nessas belezas se escondem. Que junto com nossos filhos e familiares aos domingos à noite passeamos sem nada perceber.

As ruas dos centros da Cidade, todas asfaltadas com calçadas bonitas, onde a noite os tratores varredores passam para limpar a sujeira do dia que a população deixou durante suas mal educadas passadas, sem ao menos se incomodar com a sujeira que atiram ao chão, os papeis, as pontas de cigarros, as borrachas de chicletes, o “côcô” dos seus cachorros que levam para passear, pois sabem com certeza que logo alguém vai limpar. Tudo isso é bela mais horrenda são nossas periferias, sem calçadas, sem ruas asfaltadas, sem limpeza, com uma imensa sujeira, que é necessário que os “urubus” desçam para poder limpar, o que seria dos bairros periféricos se não fossem eles para retirar a podridão que às acerca.

E o quanto ganha um parlamentar, seja, Municipal, Estadual ou Federal, para estar o dia inteiro, com o “rabo” sentado em uma cadeira no ar condicionado, discutindo não se sabe o quê, mas com suas lindas vestes e seus luxuosos carros e com toda a segurança, passeiam por toda a Cidade, enquanto que os “proletariados” que ganham um salário de miséria andam no “busao”, e ainda são roubados no dia dos seus pagamentos por falta de quem os protejam.

É uma linda “maquiagem” a que se apresenta nos centros da nossa Cidade, tal qual a “maquiagem” das atrizes e atores de televisão, mas que cobre por trás dela toda a realidade da miséria que se esconde nos bairros periféricos. Já que essa “miopia” é imensa, vamos botar óculos de graus em quem votamos, quem sabe assim eles possam enxergar a grande miséria escondida por esta “maquiagem”...


Artigos anteriores:




Odion Monte - contador, especialista em Filosofia Política pela Universidade de Teologia e Filosofia de Rio Branco - Acre (SINAL).É ainda, especialista em Pericia Judicial – UCG – Universidade Católica de Goiás - Bel. em Ciências Contábeis - FIRB/FAAO/AC.


Enviar para o Twitter

0 comentários: