terça-feira, 23 de março de 2010

Dia Mundial de Luta Contra a Tuberculose



A Secretaria de Estado de Saúde, por meio do Programa de Controle da Tuberculose, promove no dia 24 de março ações em comemoração ao Dia Mundial de Combate a Tuberculose. Na capital, a abertura da campanha será no Centro de Saúde Gentil Perdomo, localizado no Conjunto Esperança. Outros municípios também irão realizar campanhas em alusão a data

O objetivo principal da campanha é divulgar informações sobre a doença e buscar pacientes sintomáticos, isto é, pessoas que apresentam tosse há três semanas ou mais. O tratamento é simples e gratuito, está disponibilizado em todas as Unidades Básicas de Saúde, e leva em média 6 meses, no qual o paciente tomando a medicação sem interrupção, tem a probabilidade de 100% de cura.

Segundo a coordenadora do programa, Eucenira Farias do Nascimento, quinze dias após o tratamento, o paciente já não transmite mais a doença, começa a ganhar peso, desaparecendo os sintomas, porém a maior dificuldade enfrentada é o abandono do procedimento. “É importante sensibilizar o paciente, desde o inicio do tratamento, a importância da continuidade no processo de cura para que não haja retorno da doença” - ressalta Eucenira.

No Acre, aproximadamente 2,4% dos pacientes com tuberculose já foram a óbito, sendo que a capital representa 80% dos casos confirmados. O número de cura dos pacientes que se submete ao tratamento é de 81,1%, estando abaixo do que é preconizado pelo Ministério da Saúde, de 85%. Em 2009, foram notificados 324 casos, sendo 293 casos novos, desses, 12 casos são de HIV positivo.

Existem várias formas de tuberculose – pulmonar, meníngea miliar, óssea, renal, cutânea, genital, entre outras. A forma mais freqüente e contagiosa é a pulmonar. A pessoa infetada sem tratamento pode infectar de 10 a 15 pessoas em um ano.

Assessoria de Imprensa

Enviar para o Twitter

0 comentários: