quarta-feira, 27 de maio de 2009

Brasil é 3ª maior origem de dinheiro suspeito

Os brasileiros estão entre os mais investigados e processados na Suíça por lavagem de dinheiro, segundo a Polícia Federal do país. De acordo com os dados oficiais, em 2008, os brasileiros foram a terceira nacionalidade mais processada no país por crimes financeiros.

A Suíça é conhecida por seu sistema de sigilo bancário e por ter um terço de toda a fortuna privada do mundo em seus cofres, cerca de US$ 7 trilhões. Pressionado, o país vem sendo obrigado a iniciar investigações sobre lavagem de dinheiro e corrupção. A evasão fiscal, porém, continua protegida e está provocando um amplo debate no país.

Segundo os dados da Policia Federal suíça, 115 casos de lavagem de dinheiro foram processados em 2008. O Brasil respondeu por 6%, superado apenas pelos italianos e pelos próprios suíços. Os casos envolvendo brasileiros são mais numerosos do que os processos de lavagem de dinheiro em relação à máfia russa ou aos cartéis de drogas da Colômbia. Nigéria e outros países africanos também têm menos casos.

No Brasil, a Operação Suíça e as Operações Kaspar 1 e 2 identificaram várias irregularidades na transferência de recursos de brasileiros para os bancos suíços UBS e Credit Suisse. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Enviar para o Twitter

0 comentários: