sexta-feira, 22 de maio de 2009

Apreensão: Anvisa e Polícia Federal seguem operação contra medicamentos falsificados

Operação Drágea apreende 50 toneladas de medicamentos em Mato Grosso

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realizou, nesta semana, uma operação conjunta com a Polícia Federal no estado de Mato Grosso, para coibir a venda de medicamentos controlados clandestinos.

Os fiscais inspecionaram doze distribuidoras de medicamentos, nos municípios de Cuiabá e Várzea Grande. Quatro empresas foram interditadas cautelarmente, por comércio de medicamentos em desacordo com a Portaria 344/98, que regulamenta a venda de produtos sob controle especial. Os estabelecimentos também estavam distribuindo medicamentos sem registro na Agência.

Na ação, que contou ainda com a participação das vigilâncias sanitárias do estado e dos municípios, foram apreendidas 50 toneladas de medicamentos irregulares. Destes, mais de dez mil caixas eram de medicamentos controlados, como Desobesi, Inibex e Sibutramina [medicamentos utilizados irregularmente para emagrecimento], entre outros.

Durante a operação, os fiscais da Anvisa receberam denúncias de que cinco drogarias estariam comercializando medicamentos controlados irregularmente. Na inspeção nos estabelecimentos denunciados, foram encontrados os seguintes produtos: Cytotec (abortivo proibido no país), Pramil e anabolizantes (contrabandeados), além de Viagra, Cialis e Hemogenin falsificados.

Segundo informações da Polícia Federal, foram efetuadas dez prisões em flagrante, por tráfico de drogas e por crime contra a saúde pública, cujas penas variam de 10 a 15 anos de prisão.

Informações: Ascom/Assessoria de Imprensa da Anvisa

Notícias relacionadas:

ANVISA divulga resultado de operação no Acre

Polícia Federal e ANVISA atuam drogarias em Rio Br...

Enviar para o Twitter

0 comentários: