sábado, 31 de outubro de 2009

Sobreviventes de queda de avião da FAB têm alta e voltam para casa


Veja Online


Os seis funcionários da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) sobreviventes do acidente com o avião Cessna C-98 Caravan da Força Aérea que estavam internados em um hospital da cidade de Cruzeiro do Sul, no Acre, já receberam alta e seriam transportados neste sábado por uma aeronave militar até Tabatinga, Amazonas. De lá, seguiriam de barco até Benjamin Constant (AM) e, depois, até Atalaia do Norte (AM), onde moram.


Os outros três sobreviventes - o piloto e dois mecânicos da Aeronáutica - já retornaram para Manaus, segundo a assessoria de comunicação da Força Aérea Brasileira (FAB).


Os funcionários da Funasa passaram a noite no Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro, onde foram submetidos a uma série de exames. Todos passam bem, inclusive uma das sobreviventes que está grávida.


As buscas por dois ocupantes da aeronave ainda desaparecidos continuavam neste sábado. Um helicóptero e mergulhadores procuravam o suboficial Marcelo dos Santos Dias e o funcionário da Funasa João de Abreu Filho.




FAB retoma busca por desaparecidos em queda de avião no Amazonas



A Força Aérea Brasileira (FAB) retomou neste sábado as buscas de dois ocupantes do avião que desapareceu na quinta-feira com 11 pessoas a bordo e foi encontrado sexta-feira em um rio no Amazonas, onde fez um pouso forçado.

Nove sobreviventes já foram resgatados e passam bem. João de Abreu Filho, funcionário da Funasa, e o suboficial Marcelo dos Santos Dias, mecânico do avião C-98 Caravan, ainda estavam desaparecidos na tarde deste sábado.

A aeronave realizou quinta-feira um pouso forçado no igarapé Jacurapá, na margem direita do rio Ituí, afluente do rio Javari, estado do Amazonas.

Os militares que participam da operação de resgate realizavam mergulhos no local onde o avião encontra-se submerso. Ao mesmo tempo, índios voluntários percorriam as margens do rio Ituí até o igarapé Jacupará.

Enviar para o Twitter

0 comentários: