quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Integração de energia de AC e RO vai economizar R$ 100 mi por mês




SOFIA FERNANDES
Colaboração para a Folha Online, em Brasília

A integração dos Estados do Acre e Rondônia ao chamado SIN (Sistema Interligado Nacional), a rede de usinas que abastece de energia a maior parte do país, deve gerar uma economiade R$ 100 milhões mensais ao país em combustível para as termelétricas, calcula o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico).

Ambos os Estados foram interligados ao SIN com a conclusão da linha de transmissão que liga os municípios de Jauru (MT) a Vilhena (RO), com 354 quilômetros de extensão.

Acre e Rondônia compunham um sistema de energia isolado. Para a integração, foram necessárias várias ações, como estudos de planejamento da operação elétrica e energética e estabelecimento de novos procedimentos operacionais.

O ONS informou hoje que no primeiro dia útil após o fechamento da interligação, 26 de outubro, os dois Estados receberam 156 MW médios de energia provenientes do subsistema Sudeste. Esse abastecimento permitiu a redução da geração termelétrica movida a óleo em Rondônia, muito poluente.

Enviar para o Twitter

0 comentários: