sábado, 28 de novembro de 2009

Senac encerra curso de informática para terceira idade


Determinação, força de vontade e dedicação são adjetivos dos idosos
 Nilda Marks

        O Serviço de Aprendizagem Comercial – Senac, entregou na manhã da última sexta-feira, 27, certificados de conclusão para 18 idosos que concluíram o curso de iniciação à informática. 
“Quero acompanhar a tecnologia já que vivemos num mundo globalizado. Não é porque sou um velho é que vou deixar de viver. O curso de informática me deu conhecimento, agora converso pela internet com parte de minha família que mora em Brasília e estou muito contente com isso”, comemora o aluno mais velho da turma, Elden Guedes funcionário público aposentado.
Visando atender a grande demanda pelo curso, é que dentro de 15 dias o Senac estará iniciando novas turmas. Os interessados deverão procurar o Senac, que fica na Rua Alvorada, Bosque, para efetuar suas inscrições. A taxa varia entre de 100.00 a 120,00 reais, dependendo do nível do curso, com material incluso. Os professores são capacitados e especializados em ministrar aulas para pessoas que precisam de uma atenção diferenciada.
“A importância do curso para os alunos é a necessidade de manusear as ferramentas para se comunicar com parentes que moram em outras cidades e também para se atualizarem com notícias do Brasil e do mundo. A busca pelo aprendizado é dada pela falta de oportunidade. E em casa muitos deles não tem a atenção e a paciência devidas dos familiares. Logo o curso que oferecemos tem todo um aparato para ensiná-los”. Afirma a coordenadora do curso, Socorro Lima Verde.
Os desafios não são poucos para essa turma que apesar de tudo é cheia de entusiasmo. A dificuldade maior é a visão já debilitada e a falta da coordenação motora na hora de mexer no mouse. Mais determinação e força de vontade da turma, não faltam.
“A turma é fantástica! é muito gratificante ver no rosto de nossos alunos a felicidade quando eles conseguem escrever e mandar um e-mail. E principalmente quando eles conseguem digitar o @, porque para isso tem que ao mesmo tempo digitar duas teclas. Quando eles conseguem, a gargalhada é ecoada na sala. A partir disso, vemos que a vontade supera a dificuldade, e o sentimento que sentimos é de contribuição total. Isso não tem preço”, disse Moisés da Silva Sousa professor de informática.

Enviar para o Twitter

0 comentários: