quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Museu quer manter viva a história dos seringueiros

  

Museu da Borracha está recebendo doações de objetos históricos para enriquecimento do acervo
     Nilda Marks





   Com o objetivo de manter a história dos seringueiros viva. O museu da Borracha está recebendo doações de objetos históricos sobre o ciclo da borracha para enriquecer o acervo histórico. O recebimento das doações tem a finalidade de oferecer mais informações históricas para os visitantes, como também para pesquisadores das mais distintas áreas do conhecimento.
     Os acervos podem ser formados por objetos pessoais de ex-seringueiros, seringalistas, ferramenta de trabalho, utensílios domésticos, peças de vestuário, quadros com fotos dos soldados da borracha, peças sacras, móveis e objetos cerâmicos, materiais que eram usados no corte da seringa, documentos, balança de pesar a borracha entre outros.
     No dia 19 de maio o Museu da Borracha reabriu suas portas para um novo contexto, mostrar toda a história dos seringueiros através de objetos históricos. “o Museu da Borracha não tem um acervo rico de objetos históricos. Para enriquecer o acervo precisamos de doações de objetos que fizeram parte da vida dos seringueiros.” disse Simone Prado coordenadora do museu.
     Os interessados em fazer doações poderão fazê-las diretamente no Museu da Borracha, que fica localizado na Av. Ceará nº 1441, Centro, de segunda a sexta-feira das 8 ás 18 horas e aos sábados e domingos das 16 ás 21 horas, ou solicite através do telefone para que busquem na residência do doador, e ainda podem ser entregues na Rádio Difusora.
     Se o objeto for de grande valor sentimental a peça poderá ser emprestada, sob total responsabilidade do Museu, o dono do objeto receberá um documento chamado Regime de Comodato para a segurança do objeto enquanto emprestado. Os documentos históricos e fotos podem ser duplicados e devolvidos aos proprietários.
Para mais informações os contatos são:
Museu da Borracha (68) 3223 – 1202
Patrimônio Histórico 3223 – 7717 ou (68) 3222 - 7269

  

Enviar para o Twitter

0 comentários: