sábado, 14 de novembro de 2009

4ª ponte: 'Temos 60% prontos', afirma engenheiro



Edmilson Ferreira



Rio Branco é uma cidade em movimento, transformada em um notável canteiro de obras que se espalham tanto pelo Centro quanto pelos bairros.
A 4ª ponte sobre o rio Acre é um desses projetos que chamam a atenção ao mesmo tempo pela grandeza e pela complexidade, já que integra o sistema viário da Avenida Amadeo Barbosa (em construção) ligando o 1º ao 2º Distrito, e os principais acessos rodoviários à capital. Depois de oito dias interrompidas para reforço no sistema de segurança do trabalho, as obras foram retomadas no último dia 30 de outubro e estão, de acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem, Hidrovias e Infraestrutura Aeroportuária do Acre (Deracre) "rigorosamente em dia" e avançam para sua conclusão. "Do total da obra, temos 60% prontos", disse o engenheiro Vinicius de Morais, que acompanha o projeto desde seu princípio, em outubro do ano passado.



Inicialmente orçada em R$ 24.783.185,30, a ponte está sendo construída em concreto protendido, que é um sistema que melhora a resistência. Tem 290 metros de extensão por 19,30 de comprimento, e ligará as ruas Epaminondas Jácome e Seis de Agosto, criando os três primeiros viadutos da capital nas ruas Cearense, Santa Terezinha e Epaminondas Jácome. O viaduto da Epaminondas Jácome terá 19 metros de extensão por 4,60 de altura.

Enviar para o Twitter

0 comentários: