sexta-feira, 14 de maio de 2010

Responsabilidade social


Evangélicos devem seguir exemplo de Igreja Católica e parar de mandar bandidos ao Poder Público


É de responsabilidade da Igreja Católica a única lei de iniciativa popular em vigor no Brasil – a lei que tornou crime a compra de votos por políticos partiu da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB.


O Congresso está prestes a aprovar a segunda lei de iniciativa da CNBB - o Ficha Limpa que quer impedir candidaturas de pessoas com processo na Justiça.


Enquanto isso, a única iniciativa dos evangélicos no campo político tem sido a de eleger inúmeros bandidos - só pelo fato de pertencem a irmandade evangélica.


Uma vez no Poder Público, CORRUPTOS são malignos com todos nós, seja qual for o credo religioso, pagamos todos pelas ações de políticos eleitos em “nome de Jesus”.


Devemos lembrar que Jesus não elege ninguém, nem pede que religiosos tomem parte no mundo político em seu nome. “Meu reino não é deste mundo”, disse Cristo. Judas entregou o Bom Pastor à morte por não compreender que da Terra cuida os homens e não Deus.


Os evangélicos precisam repensar a Responsabilidade Social de suas igrejas e ajudar no desenvolvimento do Brasil.
Leia também:

Enviar para o Twitter

0 comentários: