terça-feira, 6 de abril de 2010

Acre apresenta situação crítica por insuficiência de UTI's

“Faltam UTIs [Unidade de Terapia Intensiva] no Acre”, é o que apontam o Censo de 2009 da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib) - que reúne médicos das UTIs – e o Ministério da Saúde - MS.


Apesar de o Ministério da Saúde contestar alguns critérios utilizados na pesquisa da Amib, “aponta má distribuição dos leitos e situação preocupante em três Estados: Maranhão, Acre e Roraima”, diz o jornal O Estado de São Paulo desta terça-feira, 6.

O MS considera o número de 0,73 vagas por 10 mil habitantes como média básica. O Acre apresenta 0,52 por 10 mil, abaixo do indicado.

Já a Amib, considera como básico número acima do apontado pelo MS (1 para cada 10 mil). Na visão da Amib, o Acre precisa ter o dobro de UTIs que possui.

Enviar para o Twitter

0 comentários: