terça-feira, 4 de maio de 2010

A FHC o que é de FHC


Virou constante entre prefeitos e governadores, atribuir a si mesmos, o pagamento de salários de servidores, sem os atrasos de outrora.


A falsa história é comum na boca do Governador de Rondônia, Ivo Cassol, - que só não está preso porque dispõe de muito dinheiro para subornar autoridades. Ontem, foi à vez do Governador acriano, Binho Marques, repetir a lorota.


O responsável pelo pagamento, religiosamente, em dia dos servidores públicos estaduais e municipais em todo o País é obra do governo Fernando Henrique Cardoso - FHC - a mando do Fundo Monetário Internacional- FMI.


FHC criou a Lei de Responsabilidade Fiscal - LRF - que obriga os mandatários a gastarem somente aquilo que arrecadam ao menos tempo que devem ter um limite máximo de gasto com contratações de pessoal – com possibilidade de levar para a cadeia prefeitos e governadores que descumprirem as regras.


É exatamente esta regra que põe ordem nas contas públicas e permite que os salários dos servidores públicos sejam pagos em dia, sem atrasos.


É por medo de ser preso, que prefeitos e governadores cumprem à lei.


O sonho do PT é por fim a LRF e assim gastar mais dinheiro público, mesmo que este dinheiro não exista em suficiência. Daí eles recorrem aos empréstimos. A dívida quem paga? Eu e você pagamos. Foi assim que o Brasil entrou em várias crises financeiras. E é justamente por iniciar o equilíbrio das contas públicas que o País está sorrindo diante da crise mundial.


Agradeçam ao FMI, agradeçam a FHC.


O Brasil só acabou com escravidão oficial de negros, graças à intervenção da Inglaterra. O Brasil tem posto fim a irresponsabilidade fiscal de prefeitos e governadores graças à intervenção do FMI.


Enviar para o Twitter

0 comentários: