quarta-feira, 5 de maio de 2010

De olho no PMDB, partido quer que bandidagem permaneça no poder


Câmara aprova parte do Ficha Limpa que segue agora para Senado


A Câmara dos deputados aprovou, nesta quarta-feira, 5, o texto base do chamado projeto 'Ficha Limpa'. Emendas apresentadas pelas lideranças serão avaliadas apenas na próxima terça-feira, 11.

A votação de hoje, deixou um sinal claro: TODOS DEVEM FICAR DE OLHO NO PMDB.

O partido que reúne grande número de políticos 'bandidos' quer tornar o Ficha Limpa sem efeito.

A ideia central do PMDB é que a inelegibilidade prevista não seja aplicada nestas eleições e nem nas dos próximos oito anos seguintes, nos casos de condenação por abuso de poder econômico ou político.

As entidades ligadas ao Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) já começaram a pressão para que a proposta receba também o aval do Senado.

Representantes das entidades se reuniram com os senadores José Nery (PSOL-PA), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), Jeferson Praia (PDT-AM), Pedro Simon (PMDB-RS) e Augusto Botelho (PP-RO) para debater como encaminhar o projeto, que impede a candidatura de políticos condenados pela Justiça.

Enviar para o Twitter

0 comentários: