segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Veja lista de deputados acreanos que mais faltaram na câmara


Redação, ac24horas

Fernando Melo [PT], Flaviano Melo [PMDB] e Perpétua Almeida {PCdoB] foram os deputados que mais faltaram sessões em 2009.

O site Congresso em Foco, conclui relatório final dos parlamentares que mais faltaram ao trabalho na Câmara, no primeiro semestre de 2009. Entre os acreanos, o topo da lista ficara Fernando Melo, Flaviano Melo, Perpétua Almeida e Gladson Cameli.

Nilson Mourão (PT), compareceu a 93,3% das sessões, faltou 4 sessões, no total teve 6,7% de faltas.
Ilderlei Cordeiro (PPS) esteve em 83,3% das votações do Congresso, deixou de justificar 5,08% das sessões e faltou 10 dias. Total de ausência 16,7%.

Gladson Cameli (PP), compareceu 80,0% das sessões e faltou 20% dos trabalhos.
Fernando Melo (PT), deixou de justificar 3,3% das faltas, teve índice de 43,3% de comparecimento, mas faltou 56,7% das sessões.

Sérgio Petecão (PMN), frequentou 70%, não justificou 3,3% das faltas e registrou percentual de 30,0% de faltas

Flaviano Melo (PMDB), compareceu 76,7%; não justificou 6,7%; e faltou 23, 3%.

Perpétua Almeida (PCdoB), teve 78, 35% de presença, e registrou 13 faltas, sua ausência foi de 21,7%.
O salário de um deputado é cerca de R$ 16.512,09 por mês. Quando se somam todos os benefícios em dinheiro, o valor dos salários pode chegar a um valor mensal que varia entre R$ 48 mil a R$ 62 mil. Só as verbas indenizatórias garantem ao deputado o dobro do valor de seu salário.

A lista de benefícios é gigantesca: dinheiro para telefone, motorista, envio de cartas, assinatura de jornais e revistas, passagens, auxílio-moradia etc., alem de receberem ainda 15 salários ao ano. As verbas dos gabinetes garantem aos deputados mais R$ 60 mil, gastos com os 25 assessores parlamentares.

Enviar para o Twitter

1 comentários:

PaulinhodeTarso disse...

Ausência de deputada em plenário da câmara deu-se em virtude dela ter sido acometida de uma diverticulite



NOTA DE ESCLARECIMENTO

Não é verdade que a deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB) tenha se ausentado de uma sessão sequer sem prévia justificativa durante a legislatura passada, conforme foi noticiado equivocadamente por setores da imprensa. O relatório de assiduidade dos parlamentares, sob a responsabilidade da Câmara Federal, é claro ao afirmar: as 13 faltas da deputada no exercício de 2009 foram devidamente JUSTIFICADAS pela necessidade de tratamento de saúde.

É sabido que a parlamentar acreana foi submetida a tratamento, em razão de ter sido acometida de uma diverticulite, o que, obviamente, por recomendação médica, resultou na interrupção temporária de sua agenda política. O afastamento para repouso, uma necessidade atestada pelos especialistas que trataram da deputada, justificam, por si, o fato de Perpétua Almeida ter deixado de comparecer ao plenário nesses dias.

Assim - e de acordo com o Registro de Frequência da Câmara Federal -, fica o esclarecimento especialmente dirigido aos eleitores, amigos e simpatizantes do mandato da deputada Perpétua Almeida, que se orgulha de, ano após ano, deter produtividade legislativa de destaque dentre os membros do Congresso Nacional.

Assessoria da deputada Perpétua Almeida