quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Reposta da Aleac não convence



À pedido do Blog Edmilson Alves, o deputado Luiz Calixto (PSL) solicitou informações sobre a proibição do repórter José Carlos ao ambiente exclusivo à imprensa na Assembleia Legislativa do Acre - Aleac.


A resposta:
A mesa diretora da Aleac informou a Calixto que José Carlos não estava proibido de entra - apenas não teria efetuado o cadastro de credenciamento.


(Com crachá do site e da Aleac: o repórter, José Carlos, realizou o credenciamento exigido pela Casa do Povo, mesmo assim foi proibido, por três vezes, acessar área destinada à imprensa).

A contradição:
José Carlos não o fez, pois, simplesmente não existe cadastro fixo de credenciamento, garante sete jornalistas que fazem a cobertura cotidiana da Aleac.


Ou seja, nem José Carlos nem qualquer outro jornalista possuem cadastro fixo na Aleac.
José Carlos estava credenciado como manda as regras práticas da Aleac.


Como funciona o credenciamento na Aleac:
O jornalista político, Stalin Melo, explica o procedimento adotado: “A cada sessão, é necessário solicitar o crachá, informar o nome do profissional e o veículo que representa”, disse.

Como mostra a foto deste post, José Carlos está dentro das regras, aliás, o repórter sempre teve acesso ao setor de imprensa.


Resta saber:
Resta saber a razão de José Carlos está sendo proibido de realizar seu trabalho – da mesma forma que os demais jornalistas o fazem.

Enviar para o Twitter

0 comentários: