quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

‘Guerra contra dengue’

Mesmo depois de várias denúncias, prédios públicos permanecem como criatórios do mosquito da dengue

É na escola que se aprende a criar o mosquito

Primeiro foi a TV Globo, depois a Gazeta a denunciar espaços públicos como criatórios do mosquito da dengue para que a Prefeitura de Rio Branco anuncia-se mutirões de limpeza. Contudo, dia após dia o governo demonstra incapacidade e fraqueza na luta contra o mosquito.
.

Na manhã desta quarta-feira 2, no bairro Raimundo Melo, a Escola Estadual Raimundo Hermínio de Melo está tomada pelo matagal. Dentro e fora das instalações da escola o mato é tomado pelo lixo e é aí onde nasce e se reproduz o perigo, o Aedes Aegypti – mosquito transmissor da dengue.

Nos últimos dias, uma equipe do governo esteve no local e até revitalizou a faixa de pedestres que dá acesso à escola. Mas ignorou o matagal que atrapalha até na sinalização de trânsito. No local, um copo descartável com água parada que continha larvas do mosquito da dengue mostra que pode haver muitos outros criadouros. Ali, em um lugar onde a educação deveria ser a prioridade, vive um retrato fiel do abono do ensino público.









Enviar para o Twitter

0 comentários: