segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Empresas de coletivos cobram duas tarifas aos domingos



Lei da meia passagem está sendo despeitada pelas empresas dos transportes


Passou a valer neste domingo, 20, passagens de R$ 1,00 no transporte coletivo da capital do Acre, Rio Branco. Mas para usufruir do benefício, os passageiros estão tendo que pagar em dinheiro - os usuários que utilizam o cartão magnético pagam ‘Tarifa Angelim’ de R$ 2,40.


São duas tarifas sendo cobradas ao mesmo tempo nos domingos. Não se sabe qual base legal os empresários dos transportes estão utilizado para cobrar dois valores distintos nas tarifas.
De acordo com o vereador Alonso Andrade, as empresas responsáveis pelo transporte garantiram que em até três semanas o valor das passagens de R$ 1,00 será estendida para os usuários com cartão magnético, o que pode solucionar a questão dos estudantes que só pagam meia mediante o cartão de passe estudantil.

A ideia de implantar uma passagem mais barata aos domingos foi do parlamentar do PSDB, vereador Alonso Andrade. O projeto foi aprovado e sancionado pela Câmara dos vereadores, o que deixou o prefeito da capital, Raimundo Angelim, irritado ao ponto de ir à TV alertar para reajustes futuros a fim de compensar possíveis percas dos empresários do transporte com a tarifa de R$ 1,00.



Estudantes desrespeitados


Aos domingos, a lei que garante meia passagem aos estudantes não está sendo respeitada no Acre. Em Fortaleza, no Ceará, os estudantes pagam R$ 0,60, onde a inteira é R$ 1,20.


A lei que garante meia passagem no Acre é estadual e foi sancionada pelo ex-governador Jorge Viana, enquanto, a que condiciona tarifa de R$ de 1,00 é municipal. De acordo com a Constituição Federal, uma lei de hierarquia maior se sobrepõe a uma de menor categoria. Portanto, estudantes teriam direito a pagar R$ 0,50 aos domingos. Até o momento, nenhuma entidade estudantil se manifestou sobre o assunto.

Enviar para o Twitter

1 comentários:

Dona Laurinda, Vovozona Intelectual disse...

É um disparate sem tamanho uma passagem de onibus a R$ 2,40!!! Pior que isso só o horário escolhido pelo referendo que não parece não voltar nunca... Rio Branco tá um caos, MISERI-credo!!!! Globo, vianismo, dengue-EXPLOSION, pa$$agem de onibus excludente para os mais pobres, onde tudo isso vai parar? REVOLTA JÁ!!!!