domingo, 31 de outubro de 2010

Quem manda no Acre é o Povo Acriano


Ao senador Tião Viana:

Senhor senador, no dia 04 de novembro de 2009, sua assessoria enviou-me este recado: “Você é um babaca, meu caro. Quem manda no Acre, você bem sabe, são as instituições de direito, as quais funcionam através das pessoas que receberam delegação popular para tanto”.

O recado que veio das urnas, neste domingo 31, é o contrário do que afirma vossa turma. Quem manda no Acre é Povo Acriano.

Neste domingo, 31, o povo acriano disse não ao fuso horário (-4) imposto pela Rede Globo. O horário foi modificado em 2008 por lei de autoria do senador Tião Viana (PT-AC) sancionada pelo presidente Lula. Com a decisão soberana do povo, o Acre retornará ao fuso -5, com duas horas de diferença de Brasília (-3).

A força dos blogs: com a imprensa do Acre amordaçada pelo poder econômico de governos petistas que silenciam jornalistas, jornais, rádios e emissoras de televisão, coube aos blogueiros a tarefa de noticiar a verdade dos fatos. O horário mudou não para integrar o Acre ao país, como quis fazer crê a imprensa no Estado, mas sim para beneficiar a Rede Globo que se sentia prejudicada ao ter que respeitar o Estatuto da Criança e do Adolescente - que obriga as emissoras a cumprirem a Classificação Indicativa de acordo com o horário local e não com o de Brasília, como era feito antes de 2008.

Durante dois anos, foi na Internet que o acriano lutou para que a imposição da Globo, Tião Viana e Lula não prosperasse. Blogueiros como Altino Machado, Evandro Ferreira, Francisco Costa, Luiz Calixto, Renata Silva e Edmilson Alves (entre muitos outros) não mediram esforços para que a verdade furasse o bloqueio imposto pela imprensa. Por assumir posição, Edmilson Alves foi atacado diretamente pelos aliados do senador Tião Viana. “Você é um babaca”, disparou a assessoria do senador Viana em reação ao meu questionamento: Quem manda no Acre? A Rede Globo ou Povo Acriano?


Altino Machado, o blogueiro mais famoso do Estado, comemorava hoje no Twitter a vitória da cultura acriana: “Viva os blogueiros do Acre que se rebelaram contra a mudança da hora legal do Acre imposta pela Globo, Tião Viana e Lula”. Machado chegou a atribuir a derrota do PT em Feijó ao autoritarismo do horário imposto. O alerta do jornalista soou aos ouvidos petistas que durante estas eleições se concentraram naquela região para reverter à desvantagem. Deu certo, Tião Viana só foi eleito governador com a maioria vinda do Juruá, Envira, Tarauacá.

Estados Unidos – nem o país que lidera o capitalismo mundial caiu na tentação de mudar seus fusos horários para “integrar” a economia. Os EUA, a exemplo do Brasil, é um país continental com vários fusos.

China – mas é justamente na nação da tirania do Partido Comunista que o autoritarismo uniu o fuso horário, contrariando o relógio biológico da população chinesa.

Plano “B” das TVs brasileiras – Como o Povo do Acre, neste domingo 31, decidiu não aceitar a imposição televisiva, as emissoras já possuem o Plano “B”: um projeto tramita no Congresso com a ideia de unir todos os fusos horários do Brasil.

Flaviano fortalecido – Quer queira ou não, o reeleito deputado federal Flaviano Melo (PMDB-AC) sai fortalecido, foi ele quem propôs a realização do referendo.

Menosprezaram a história – Ao impor um novo horário ao Acre, o senador Tião Viana e seus governistas menosprezaram a tão badalada tese do historiador e aliado petista Marcos Vinicius Neves: “O acreano é um povo que luta. Nas suas lutas, afirma sua vontade de escolher livremente seu caminho. Recusa modelos impostos de fora pra dentro, de cima pra baixo”.

Leia também:

Vitória com ajuda da Justiça Eleitoral

O jeitinho que sempre prejudica a sociedade

Enviar para o Twitter

6 comentários:

Marcos disse...

Infelizmente, após 12 anos caminhando para frente o saudoso Estado do Acre, deu um passo imenso para trás. Temos que lamentar e respeitar a decisão popular

Anônimo disse...

Colocar o retorno do horário como um retrocesso é uma das piores argumentações deste referendo. O retorno do horário dos acreanos é uma autovalorização ampliada do nosso povo. Infelizmente, o restante do Brasil pouco se preocupa com o Acre, seja com um fuso de -1 ou -2 horas em relação a Brasília. Outra coisa infeliz é que, pode até parecer deboche, mas na realidade o Acre não existe para o sul do país. É como se fosse um lugar imaginário e inalcançável. Vamos aceitar a soberania popular. O avanço está na nossa valorização enquanto cidadãos acreanos e não nos interesses econômicos e autoritários.

Anônimo disse...

Uma de suas melhores publicações. Parabéns! Só deixo uma ressalva na questão da China. A China não é nenhum exemplo de comunismo, muito menos podemos fazer qualquer referencia do governo petista no Acre como um governo de esquerda. Nem relacionar os fracassados modelos stalinistas, maoístas ou governo no Acre com os princípios democráticos do marxismo. Sei que essa não foi sua intenção, mas é bom deixar claro.

Ativistadacre disse...

Edmilson,Voçê Notabilizou-SE Muito
Mais Depois Deste Post!!!
Crítica É Uma 'Arte,Como a Arte da
Guerra'...
É Preciso Razão e Realismo Crítico
Senão,"QUEM NOS CRITICA,A C A B A,
Por NOS PROMOVER,Foste PROMOVIDO"!

Sucesso e Razão Realista Sempre!!!

Grande Abraço,Joana D'Arc, Eu Sou!

Edmilson Alves disse...

Fico Grato,
grande Joana. No entnato, não sinto-me 'promovido'. Quem deve ser promovido é a democracia. E está de fato subiu mais um degrau no Acre.

Kreysson Ávilla disse...

Marcos de que? Saído de qual buraco? Faz favor, 'puxa' de uma figa, vai pentear macaco! Retrocesso como e porque se os estabelecimentos comerciais tem a liberdade de abrirem às portas no horário que melhor convier a eles, inclusive instituições bancárias. Esse horário ditatorial só servia para maltratar o funcionalismo público, mais precisamente professores e alunos que ralam pra pegar condução à 4 da madruga, quem faz comentários desse tipo, deve ter no minímo dosi carrões na garagem e acordar às 10 da matina pedindo café da manhã na cama. Opinião de riquinhos, patricinhas e playboys não conta, valeu?!