sexta-feira, 4 de junho de 2010

Fim de sigilo para cassação de mandatos avança no Senado


O fim do voto secreto para a cassação de mandatos de parlamentares avança no Senado. A proposta passou nesta quarta-feira, 2 de junho, pela Comissão de Constituição e Justiça da Casa e vai agora a plenário antes de chegar à Câmara.
O texto aprovado impede que deputados e senadores consigam esconder se pretendem inocentar os colegas ou não. Os próprios políticos admitem que o posicionamento sigiloso contribui para a rotina de corporativismo do Congresso.
É nesse clima que mais um eventual processo contra o senador Efraim Moraes tem tudo para não ser aberto. O parlamentar é suspeito de empregar duas funcionárias fantasmas. A tendência é de que apenas servidores do gabinete sejam responsabilizados.
Gestão Pública

Enviar para o Twitter

0 comentários: