domingo, 22 de agosto de 2010

Acadêmicos de Jornalismo realizam mobilização ambiental neste sábado, 28

Uma mobilização para recolher o lixo das margens do Rio Acre, nas proximidades do Mercado Velho, está sendo realizada pelos acadêmicos do 6º período do curso de Jornalismo do Iesacre/Uninorte. A ideia da mobilização ocorreu durante a realização de uma aula prática da disciplina Fotojornalismo I, ministrada pelo repórter fotográfico Marcos Vicentti, no sábado, 14.

“É crítica a situação em que se encontra o Rio Acre durante o período de estiagem que o Acre vive nos últimos dias”, diz a acadêmica do curso, Alcinete Gadelha. Outra situação que impactou os acadêmicos foi a questão da “limpeza” do local, pois além estar praticamente seco, “a sujeira existente no local é repugnante”.

Segundo a acadêmica, o que se encontra no lugar são muitas garrafas PET, latas, pneus velhos, tanto de carro quanto de bicicletas. “Foi possível encontrar até sapatos largados e a terrível ‘língua preta’ da rede de esgoto que cai diretamente no rio”, acrescenta Alcinete.

A visão da água foi substituída pelos entulhos, balseiros, barras de ferro e os lençóis de areia no meio do rio. “A omissão pelo lugar tem causado esse tipo de transtorno em um dos lugares indicados como ponto turístico da cidade”, destaca a Alcinete.

Mesmo com a situação em que se encontra o local, durante a aula os acadêmicos puderam contemplar a tímida, porém encantadora apresentação de um boto cor-de-rosa, que em rápidos movimentos vinha até a superfície, chamando a atenção dos que passavam por ali.

A situação das margens do Rio Acre sensibilizou os acadêmicos que decidiram marcar um mutirão de limpeza para o próximo sábado, 28, a partir das 8h da manhã tendo como ponto de encontro a passarela Joaquim Falcão Macedo, no Novo Mercado Velho.

A acadêmica Jucilene Armani está mobilizando alunos do Ensino Médio para que participem do mutirão, que irá contar com o apoio da Semsur na coleta do lixo que for retirado das margens do rio. “É importante que as escolas participem desse evento, que busca chamar a atenção para a situação em que se encontra o rio”.

Enviar para o Twitter

0 comentários: