quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Volta do fuso horário antigo no Acre, só em fevereiro

Raíssa Gomes - Portal Amazônia


BRASÍLIA – A definição sobre quando os acrianos poderão atrasar seus relógios só deve sair em fevereiro. Isso porque o comunicado sobre o referendo homologado no último dia 15, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ainda não chegou ao Congresso Nacional.



Sem esse comunicado, o presidente do Senado, José Sarney, não pode assinar o ato declaratório que entre outras coisas, define a data em que o horário antigo entra em vigor. “Estou dependendo deste comunicado, sem ele não posso definir nada”, afirma o senador.



O problema é que o TSE está em recesso até o dia primeiro de fevereiro e, segundo assessoria, não existe nenhum pedido de comunicado específico ao Congresso Nacional sobre a homologação do referendo. Por isso, a resolução sobre a data em que o resultado do referendo entrará em vigor só deve acontecer em fevereiro. Segundo o deputado Flaviano Melo (PMDB /AC), é uma data ideal. “Eu inclusive sugeri o dia 20 de fevereiro, que é quando termina o horário de verão e também voltaria o horário no Acre”, afirma o parlamentar.

Enviar para o Twitter

0 comentários: