quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Vigilância Sanitária emitirá nota técnica sobre antibióticos


Médicos não se adaptam a RDC 44 e prejudicam farmacêuticos e consumidores
Jairo Carioca – da redação de ac24horas
.
O setor farmacêutico acreano vive um novo drama. Depois da validade da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) – 44, as grandes redes estão sendo impedidas de vender antibióticos, por conta da não adaptação dos médicos na prescrição dos medicamentos através de novas receitas. A Vigilância Sanitária Estadual emitirá até amanhã (3), nota técnica para esclarecimentos da nova resolução.

Segundo a Farmacêutica Larissa Santos Tavares (CRF 707), vários consumidores estão voltando sem os antibióticos porque apresentam receitas simples e “não de controle especial”. Larissa frisou o problema sério vivido pelos comerciantes.

- É um constrangimento total, tanto para quem está atendendo, quanto para o consumidor que vem atrás do medicamento e sai de mãos vazias da farmácia – destacou Larissa.

A confusão é reconhecida pela ANVISA estadual, que durante todo o dia de ontem, dedicou-se na elaboração de uma nota técnica que deverá ser divulgada amanhã (3) para esclarecer todas as dúvidas com relação a nova resolução.

Em entrevista para o ac24horas, a gerente da ANVISA no Acre, Albertina Costa, pediu calma aos farmacêuticos e paciência dos consumidores. Ela frisou a importância da RDC que objetiva ampliar o controle sobre os produtos e contribuir para a redução da resistência bacteriana na comunidade.

- As dúvidas são comuns, mas serão toas elas esclarecidas através da nota técnica. Disponibilizamos mais de 3.000 blocos para manter o Estado sem faltar o formulário – informou a gerente.

Enviar para o Twitter

0 comentários: