domingo, 19 de dezembro de 2010

Iesacre abre inscrições para o vestibular do curso em Produção Audiovisual

O Instituto de Ensino Superior do Acre (IESACRE) abre inscrições a partir do dia 10 de janeiro de 2011, para o primeiro vestibular para o Curso Superior Tecnológico em Produção Audiovisual. O curso foi autorizado pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (MEC), através da Portaria nº 295, de 15 de dezembro de 2010.
Serão oferecidas vagas para o turno vespertino e noturno. Os interessados em participar do processo seletivo simplificado devem realizar a inscrição no Campus Cidade Universitária da Uninorte/Iesacre ou pelo site www.uninorteac.com.br. O coordenador do curso de Jornalismo do Iesacre, professor MSc. Evaldo Pereira Ribeiro, diz que os Cursos Superiores Tecnológicos (CST) têm como objetivo formar profissionais aptos a desenvolver de forma plena e inovadora as atividades de um determinado eixo tecnológico e com capacidade de utilizar, desenvolver ou adaptar tecnologias com a compreensão crítica.
No caso do Curso Superior de Tecnologia em Produção Audiovisual do Iesacre, o objetivo é formar profissionais com competência para atuarem no âmbito das atividades essenciais para a realização de obras audiovisuais, a partir dos suportes televisivos, cinematográficos e videográficos.
Segundo o professor Evaldo Ribeiro, o profissional formado no CST em Produção Audiovisual pode trabalhar em produtoras independentes, que desenvolvem conteúdo para internet e celular, emissoras de TV e Rádio, emissoras de TV por assinatura. “Estes profissionais podem atuar na criação de roteiros, produção, pós-produção, direção e edição de produtos de áudio e vídeo e na manutenção da programação de emissoras de rádio e TV”.

Vantagens dos Cursos Superiores Tecnológicos

Comparando os cursos superiores tecnológicos com os cursos de graduação, o professor Evaldo Ribeiro destaca que os Cursos Superiores Tecnológicos desenvolvem profissionais de perfis amplos, com capacidade de pensar em forma reflexiva, com autonomia intelectual e sensibilidade ao relacionamento interdisciplinar, que permita aos seus egressos prosseguirem seus estudos em nível de pós-graduação. “Em outras palavras o CST alia o conhecimento às necessidades do mercado”, destaca o coordenador.
Ele enfatiza que a grande vantagem do CST em Produção Audiovisual é o tempo de duração do curso, que é de dois anos, o que pode significar economia de tempo para aqueles que querem uma entrada mais rápida no mercado de trabalho. “Outra característica importante desta modalidade de ensino superior é o foco específico do curso onde o profissional estará certo de sua área de atuação”.

Competências e habilidades do CST em Produção Audiovisual

Dentre as competências que os formandos em Produção Audiovisual podem desenvolver, diz o professor Evaldo Ribeiro, está a de projetar soluções criativas e inovadoras utilizando técnicas e conhecimentos audiovisuais e tecnologia afins que facilitem o processo de desenvolvimento de novos produtos para Rádio e TV. “O profissional estará apto a dominar a linguagem própria da produção audiovisual expressando conceitos e soluções, de acordo com as diversas técnicas de expressão e reprodução visual”.
Além disso, o profissional poderá atuar interdisciplinarmente, em conjunto com especialistas de áreas afins do design e tecnologia a utilizar conhecimentos diversos e atuar em equipes interdisciplinares na elaboração e execução de pesquisas e projetos.
Na parte de habilidades, os profissionais formados no CST em Produção Audiovisual, poderão atuar na elaboração de projetos audiovisual enfatizando a inovação e criação de novas tecnologias; adequação dos projetos na área de audiovisual à necessidades da sociedade e dos usuários e as demandas do mercado regional; e definição de características estéticas, funcionais e estruturais de novos produtos na área audiovisual.

Enviar para o Twitter

1 comentários:

EUDIRAN CARNEIRO disse...

Já estou seguindo seu blog e também estar na minha lista de blogs no meu blog...Gostaria que vc fizesse o mesmo...
www.eudirancarneiro.blogspot.com