terça-feira, 7 de setembro de 2010

Acre sediará Congresso de Jornalistas em 2012

O Sindicato dos Jornalistas do Acre (Sinjac) conquistou para o Estado a realização do 35º Congresso Nacional de Jornalismo, que acontece em 2012. O presidente da entidade, jornalista Marcos Vicentti, apresentou as vantagens para a categoria e para a cidade, em sediar um evento que divulgará o trabalho desenvolvido pelos acreanos.


Marcos Vicentti falou ainda do trabalho de articulação desenvolvido pela equipe do sindicato e parceiros que trabalharam para, ao fim do Congresso 2010, o Acre ser escolhido por aclamação como sede do evento em 2012. “Essa é uma conquista de máxima importância para o Acre e para a Região Norte. É uma vitória do jornalismo da Amazônia. Fizemos um trabalho de mobilização, montamos stand de divulgação, material turístico e conseguimos empolgar 400 jornalistas a apoiarem o Sinjac como realizador do próximo encontro”, argumenta.

Segundo Marcos Vicentti em 68 anos da Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj) essa foi a primeira vez que a sede de um congresso não é escolhida por meio de votação. O evento contou com a participação de quatro delegados de todos os Estados e ainda representantes de 14 países, que por unanimidade aclamaram o Acre como sede do próximo congresso.

Para Vicentti essa é uma forma de mostrar para o mundo o que de bom é realizado no Estado e qual a qualidade do jornalismo local. Além disso, ele afirma que é uma oportunidade de qualificação dos profissionais acreanos, por meio das oficinas que são oferecidas durante o evento.

A 1ª secretária da diretoria do Sinjac e presidente da Fenaj para a Região Norte, Jane Vasconcelos, argumenta que nos próximos dois anos, o Acre será a vitrine para os jornalistas do país e da América Latina e acredita que essa é uma nova fase para a história do jornalismo acreano. “Nós estamos na pauta do Brasil. Esse é o maior evento envolvendo jornalistas brasileiros e latino-americanos, e por isso essa conquista será um marco na história do Sinjac que vem há 12 anos em uma luta pela valorização profissional da categoria. Temos muito que avançar, mas o que já conquistamos até hoje é motivo de orgulho para todos os profissionais de jornalismo do Acre”, destaca.

Enviar para o Twitter

0 comentários: