segunda-feira, 20 de março de 2017

DROGARIAS SEM FRACIONAMENTO PODEM COMERCIALIZAR EMBALAGENS FRACIONÁVEIS


Segundo resposta da Anvisa ao questionamento feito pelo o blog Edmilson Alves, as empresas que NÃO realizam o fracionamento de medicamentos,  mas possuem embalagens fracionáveis,  podem comercializar tais embalagens, desde que NÃO façam o corte (fracionamento) em unidades.

Exemplo:  as cartelas de comprimidos com 4 unidades  podem ser vendidas intactas com 4 comprimidos, contudo, não podem ser cortadas (fracionadas) em 1, 2 ou 3.   Somente as drogarias autorizadas pela Vigilância Sanitária local e pela Anvisa podem realizar a venda com cortes (fracionamento).



Prezado (a) Senhor (a), 


Em atenção a sua solicitação, informamos que a embalagem pode ser vendida de maneira intacta sem nenhum problema. Como a empresa não possui estrutura para a realização do fracionamento, fica impedida de comercializar as unidades fracionáveis, porém, permanece autorizada a vender o produto integralmente na embalagem secundária (cartucho) fechada.



Atenciosamente, 



Anvisa atende 
Central de atendimento 
Agência Nacional de Vigilância Sanitária 
0800 642 9782 
www.anvisa.gov.br 
Siga a Anvisa: www.twitter.com/anvisa_oficial 
Este endereço eletrônico está habilitado apenas para enviar e-mails. Caso deseje entrar em contato com a central, favor ligar nº 0800 642 9782 ou acessar o “Fale conosco”, disponível no portal da Anvisa (link: (http://portal.anvisa.gov.br/fale-conosco). As ligações podem ser feitas de segunda a sexta - feira, das 7h30 às 19h30, exceto feriados.



Edmilson Alves é especialista em Vigilância Sanitária e Gestor em Assistência Farmacêutica

Enviar para o Twitter

segunda-feira, 13 de março de 2017

ATENÇÃO: MEI DE DROGARIAS

SEM TAXAS DE REGISTRO

Para se formalizar não é preciso pagar nada mais que o boleto mensal
Ações 

Edmilson Alves é especialista em Vigilância Sanitária e Gestor em Assistência Farmacêutica

Enviar para o Twitter