sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Jorge Viana e Aníbal Diniz revoltados com retorno de antigo horário do Acre

Os senadores Jorge Viana (PT-AC) e Aníbal Diniz (PT-AC) demonstram-se revoltados, nesta sexta-feira (11) em Sessão Plenária do Senado, com a volta do antigo horário do Acre aprovado esta semana pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Federal e agora depende tão somente da presidente Dilma para entrar em vigor.

“Lamento profundamente o desfecho dessa situação. Vim à tribuna para dizer que os que trabalham e que usam o mandato parlamentar para atrasar o Acre venceram, conseguiram atrasar o Acre em uma hora... ... o referendo dividiu o Acre, disse Jorge Viana.

Em seguida Viana afirma que nada fez para impedir o retorno do antigo horário. “Eu não criei nenhum empecilho para a aprovação do que o referendo estabeleceu, mas tenho obrigação, como acreano que gosta do Acre, que tem um sentimento, e que o dedica – dedico o meu esforço e o meu trabalho – para que o Acre melhore, para que a vida do povo melhore, estou vindo fazer um registro, porque assumi este compromisso, para dizer que lamentavelmente aqueles que trabalham disfarçadamente contra o Acre, contra o povo acreano, venceram. Conseguiram atrasar o Acre”.

Já o senador Diniz, além de concordar com Viana, acrescentou que seria necessário, no futuro, fazer nova tentativa para modificar novamente o horário do Estado e deixá-lo como se encontra hoje.

“Quanto ao futuro dessa discussão, ao que vai resultar, é o momento de refletir e procurar fazer com que essa decisão possa ser de novo posta em discussão no futuro, mas num momento em que não se esteja influenciado por um processo eleitoral, num período que não seja especificamente aquele da escolha de um governante, o que pode causar um transtorno, um tipo de envolvimento emocional diferenciado”.

Enviar para o Twitter

0 comentários: