sábado, 5 de novembro de 2011

Governo do Acre reúne trabalhadores e empresários do Via Verde Shopping e comemora a geração de 2.200 novos empregos diretos

O Governo do Estado reuniu na manhã deste sábado (05) no auditório da Firb/FAAO trabalhadores e empresários do Via Verde Shopping – o primeiro conglomerado de empresas do comércio varejistas e de lazer a se instalar no Acre com inauguração prevista para próxima terça-feira (08) -, para comemorar o esforço concentrado de vários órgãos na captação de mão de obra para o novo empreendimento.

Uma parceria entre o Governo do Estado, através do Departamento de Mobilização para o Trabalho (DMT)/Sine e Instituto Dom Moacyr e os órgãos do Sistema “S” (Senai, Senac, Senat, Sebrae), além de universidades públicas e privadas, possibilitou a formação de um banco de dados facilitando a seleção dos trabalhadores por parte das lojas.

Quando concluir o ciclo de contratações, o Via verde Shopping terá gerado 2.200 novos empregos diretos no comércio acriano. Para quem tem expectativas de obter emprego com carteira assinada, ainda faltam 1.600 vagas a serem ocupadas. Por isso, preparar e encaminhar currículo ao Sine Acre ainda é possível.

A coordenadora de captação externa de vagas do Sistema Nacional de Empregos no Acre (Sine), Eurilene Santos, explica que deste de janeiro deste ano, o órgão começara a direcionar esforços na seletiva de trabalhadores com vistas às empresas que se instalariam no shopping.

A supervisora comercial da loja Riachuelo, Vanessa Carla, informa que dos 105 contratados pela marca, apenas o gerente da unidade é de origem de outra unidade federativa brasileira, algo que confirma como positiva a intenção do governo em direcionar os novos empregos para os acrianos. “Até para alguns cargos de chefia foram contratados pessoal de Rio Branco”, diz Carla.

Para o secretário de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia, Indústria e Comércio do Acre, Edvaldo Magalhães, a vinda do empreendimento seria em razão de uma ‘dinamização’ da economia do Estado. “O nosso Acre cresce, gera empregos e novas oportunidades”, disse. Ainda de acordo com o secretário, o Governo teria realizado esforços na recepção do shopping. “Nós os acolhemos e estes investimentos são realizados em um momento adequando de modernização do Acre”, ressalta.

No evento, o jovem Elton Freitas mostra empolgação. “É o meu primeiro emprego, vou me esforçar para apreender e crescer no mercado”. Já a deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB-AC) afirma que os empresários só investem no Estado por visualizarem a possibilidade concreta de lograrem êxito. “O Acre está preparado para incentivar o acolhimento de novas empresas, entramos em um novo ciclo de desenvolvimento”, disse.

Uma das três empresas da gestão administrativa do aglomerado, a LGV Gestão de Shopping Centers possui vasta experiência na área com participações nos Shoppings Iguatemi e Barra, em Salvador; Iguatemi, em Porto Alegre e Plaza Macaé, em Macaé, a Mossoró West Shopping em Mossoró (RN) e Monet Plaza Shopping em Santa Maria (RS). E ainda reforça sua atuação em novos empreendimentos como Venda Nova Shopping em Belo Horizonte (MG); o Shopping Pelotas, em Pelotas (RS) e o Shopping Park Taquaral, em Piracicaba (SP) e, é claro, o Via Verde Shopping em Rio Branco (AC). “Vamos inaugurar não só um shopping, mas proporcionar novas formas de fazer compras e de se divertir em Rio Branco”, diz Dorival Regini, presidente da LGR.

O empreendimento comportará quatro megalojas, quatro salas de cinema – sendo duas com sistema 3D-, 132 lojas-satélite, um hipermercado, dois restaurantes e praça de alimentação com 14 empresas.

Após o encontro, a comitiva composta por políticos, empresários, jornalistas, servidores públicos e trabalhadores seguiram para uma visita as instalações do shopping localizado na Via Verde, no Bairro Floresta, em Rio Branco (AC).

Enviar para o Twitter

1 comentários:

Anônimo disse...

Esses farsantes nada fazem para gerar emprego no Acre e querem ganhar créditos da iniciativa privada. Todos sabemos que quem vai gerar emprego são os empresários. E olhem que os empresários ainda vão ser sugados por esse governo dos sorruPTos através de cobranças de impostos abusivos. É muita cara de pau mesmo. Eles deveriam sim era criar vergonha na cara e devolver o que roubaram do povo do Acre durante esses 13 anos....