sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Antônia Lúcia também disse não ao imposto da saúde



Na manhã desta sexta-feira (23), a deputada Antônia Lúcia (PSC), única parlamentar cujo voto ainda era desconhecido por não comparecer a votação eletrônica da sessão desta última quarta-feira na qual a Câmara dos Deputados rejeitou a criação de um novo imposto para financiar a saúde pública, declarou no espaço destinado ao leitor de ac24horas seu posicionamento. “Prezados Leitores. Justifiquei meu voto pelo microfone e fui contraria a criação do novo imposto”, atenciosamente, deputada Antônia Lúcia.

Quadro geral de como votaram os acrianos

Sibá Machado (PT)  - à favor do novo imposto da saúde – compareceu a votação eletrônica

Taumaturgo Lima (PT)  - à favor do novo imposto da saúde – compareceu a votação eletrônica

Flaviano Melo (PMDB) – Contra novo imposto da saúde – compareceu a votação eletrônica

Perpétua Almeida (PCdoB) – Contra novo imposto da saúde – compareceu a votação eletrônica

Henrique Afonso (PV - Contra novo imposto da saúde – compareceu a votação eletrônica

Antônia Lúcia (PSC) - Contra novo imposto da saúde – faltou à votação eletrônica

Gradson Cameli (PP) - Contra novo imposto da saúde – faltou à votação eletrônica

Márcio Bittar (PMDB)] - Contra novo imposto da saúde – faltou à votação eletrônica

Porque faltou

Antônia Lúcia (PSC) – Não justificou

Gradson Cameli (PP) – Chegou atrasado, pois estava em audiência na Embaixada da Bolívia

Márcio Bittar (PMDB)] – o Botão para voto eletrônico da mesa de Marcio falhou

Enviar para o Twitter

0 comentários: