sábado, 2 de julho de 2011

Petecão contra os professores

 Acriano deve votar contrário a melhoria na qualificação de trabalho dos professores, afirma assenssoria do Senado


De acordo com informações da Agência Senado, o senador acriano Sérgio Petecão (PMN-AC), relator do PLS 29/2010 - que propõe limitar em 20 horas semanais o tempo de interação entre professor e aluno -, deve se possicionar contra a matéria e apresentar voto de rejeição nesta terça-feira, 5.

A ideia do projeto é fazer com que os professores tenham mais tempo para planejamento das aulas, o que assegura mais qualidade ao ensino. Atualmente, há mestres que chegam a lesionar até 40 horas semanais, algo que garate improviso e aulas de péssima qualidade.

Além de ser contra a melhoria no ensino e na qualificação do trabalho dos professores, o voto contrário de Petecão impediria novos postos de trabalhos, uma vez que o limite de 20 horas semanais obrigariam aos governos a realização de novos concursos públicos para contração de mais doscentes.

Leia mais

Enviar para o Twitter

2 comentários:

Anônimo disse...

Edmilson, vc está sendo parcial, a maiorias dos professores trabalham com dois contratos, Estado-Município, sendo que alguns até com um terceiro, da iniciativa privada, pq ganham muito pouco, poquissímo, assim, como se pode falar em planejamento. Quanto abrir vagas, isto é falacioso, pois no caso da educação física, é obrigatória em todos os níveis, porém, Estado, Município só contratam professores para ensino fundamental e médio, nçao cobrindo o ensino infantil e o ensino noturno, SEJA, PEEM, escolas rurais, eetc, istó é, hoje existem vagas de professores que o governo não tem interesse em preencher as vagas e os sindicatos, SINTEAC e demais, todos pelegos, não cobram, ok...

Anônimo disse...

Caso os professores sejam obrigados a trabalhar apenas 20 horas com baixo salário que recebi devem começar a fazer greves de verdade por uma educação melhor. Os professores se conformaram buscando vários empregos. Acordem!!