sábado, 13 de novembro de 2010

Referendo: Comissão da Câmara aprova horário escolhido pelo acriano

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática aprovou, na quarta-feira (10), nova modificação no fuso horário do Acre e de parte do Amazonas. Pelo texto, a diferença da hora legal dessas regiões com relação à Brasília volta a ser de duas horas, como previsto na Lei 2.784/13.


Interesses
O relator deputado Arolde de Oliveira (DEM-RJ) concorda com o argumento de que o projeto de Tião Viana (PT) foi a apenas “para atender às pressões de grupos de mídia, que tinham de ajustar sua grade de programação”.

Segundo Oliveira, passado um ano desde que a mudança entrou em vigor, a população afetada ainda tenta se adaptar. “Para as famílias dessas localidades é como se fosse horário de verão o ano inteiro.”

O deputado sustenta ainda não haver razão para se reduzir o número de fusos horários vigentes no Brasil. “Nações como Estados Unidos, Canadá e Rússia possuem mais de quatro fusos e nunca tiveram problemas por isso”, argumenta.

O projeto segue para análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Agência Câmara. Texto adaptado.

Enviar para o Twitter

0 comentários: