quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Feijó e a Globo

Nielsen O. Macambira Braga

Sobre o Acre no plano geral foi perfeita, mas sobre Feijó, a cidade em questão, não foi dada nenhuma ênfase na zona urbana, Ernesto Paglia desceu do avião e foi correndo procurar silvícolas e indígenas, parecia um daqueles antropólogos fanáticos por ver tipos exóticos, focou 70 por cento da matéria só nas desgraças ocorridas por quem vive isolado na zona rural.

Feijó faz tempo não depende 'exclusivamente' de bicicletas e carros de boi como foi colocado, morri de ri com o ridículo subtítulo que insinua que nos movemos às pedaladas, quanta superficialidade!!

Temos a segunda maior festa do Estado, a economia é baseada na pecuária e no comércio, temos serviços de internet e telefonia móvel em banda larga e todos os demais serviços e franquias d qualquer cidade média da região Norte e, sim, o nosso açaí é o melhor do Acre. De resto, TV Globo, pelo menos para algo serviu, mostrar ao Brasil os índices reais do Acre!

Enviar para o Twitter

0 comentários: