quarta-feira, 21 de outubro de 2009

20 vagas para residentes médicos em Rondônia


Estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Programa de Residência Médica (PRM) em Rondônia, cursos de dois a três anos em período integral.

As especializações médicas oferecidas são nas áreas de Cirurgia Geral (3 vagas), Clínica Médica (4), Pediatria (4), Ginecologia e Obstetrícia (4), Infectologia (3), e Ortopedia e Traumatologia (2). O Programa de Residência Médica está previsto para iniciar no dia 1º de fevereiro de 2010.

De acordo com o médico Amado Rahhal, presidente da Comissão de Processo Seletivo de Residência Médica, o programa constitui modalidade de ensino de pós-graduação e é regulamentado pelas resoluções da Comissão Nacional de Residência Médica e da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação.

O edital nº 001/2009 já está disponível no site www.rondonia.ro.gov.br , e as inscrições devem ser feitas entre os dias 3 e 27 de novembro. O valor da taxa é de R$ 60 e o pagamento poderá ser feito em qualquer agência do Banco do Brasil, na conta corrente 8117-5, agência 2757-x.

O processo seletivo é composto por prova escrita seguida de entrevista. A divulgação da relação dos locais do exame será no dia 2 de dezembro e a prova objetiva será realizada no dia 6 do mesmo mês, em Porto Velho, capital de Rondônia. O resultado final será divulgado em 22 de dezembro.


Sobre o Estado de Rondônia

Com população de 1,4 milhões de habitantes, Rondônia é Estado que mais cresce no Brasil, além de ser o terceiro mais populoso e de maior densidade demográfica entre os estados da Região Norte.

São 52 municípios entre os quais se destacam Ji-Paraná, Ariquemes, Cacoal, Vilhena e a capital Porto Velho. Da área total de 237 mil km², 85% tem potencial produtivo, segundo a Embrapa.

Além do crescimento econômico sustentado principalmente pela agropecuária, duas hidrelétricas em construção sobre o Rio Madeira - Santo Antônio e Jirau - respondem pela geração de 30 mil empregos de 2009 a 2019.
Atualmente o Estado é administrado pelo governador Ivo Cassol (PP) e pelo vice-governador João Cahulla (PPS), eleitos em 2002 e reeleitos em 2006.

Portal Correio

Enviar para o Twitter

0 comentários: