sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Cursos de Letras e Pedagogia da Ufac/Juruá estão entre os melhores do país

Flaviano Schneider

Mais de 90% dos alunos da instituição provêm de escolas públicas, provando os resultados dos investimentos feitos pelo Governo do Estado no setor

Os cursos de Pedagogia e Letras da Universidade Federal do Acre em Cruzeiro do Sul tiveram ótimos resultados no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) que avalia a formação de estudantes de nível superior.

Eles obtiveram a nota 4 num certame em que a nota máxima é 5. O exame, realizado no ano passado, avaliou 7.329 cursos em 30 áreas em todo o país. Mais de um terço dos cursos analisados obtiveram desempenho insatisfatório (notas 1 ou 2).


Para o coordenador em exercício do curso de Letras, Mauro Uchoa e a coordenadora do curso de Pedagogia, Ete Feitosa, o resultado do exame tem um grande significado para a região do Juruá, pois mostra que a universidade está colocando no mercado de trabalho pessoas competentes, na maioria professores, que ajudam a promover a melhoria do ensino, tanto do Médio quanto do Fundamental.


Um total de 69 alunos de Letras e 101 de Pedagogia participaram do Enade. O curso de Letras/Português existe em Cruzeiro do Sul desde 1989; em 1992 surgiu o Letras/ Inglês e, finalmente, em 2008 o Letras/Espanhol. Atualmente os três cursos têm 189 alunos. O curso de Pedagogia tem 17 anos de existência e já formou 14 turmas, mais de 400 professores, muitos deles atuantes no magistério na região.


O curso de Letras chegou a estar ameaçado de fechar as portas poucos anos atrás, devido aos maus resultados obtidos no ‘Provão' (exame anterior ao Enade) e à infraestrutura deficiente. A volta por cima no Enade/2008, encheu de orgulho a equipe de professores e aponta que o Ensino Superior no Juruá está em franca evolução.


Qualificação dos professores
Para Ete Feitosa o sucesso dos cursos no Enade deve-se à qualificação dos professores, que vem melhorando ano a ano e ao empenho dos estudantes, que passaram a demonstrar maior interesse em participar do exame. Em anos anteriores não havia empenho e houve um movimento de conscientização que surtiu efeito. Outro ponto que ela considera importante foi o trabalho desenvolvido pelos professores e alunos na preparação para o Enade - "com atividades fora do horário escolar" - frisou a cordenadora.


O coordenador Mauro atribui o sucesso da Ufac/Juruá a um conjunto de ações desenvolvidas pela instituição especialmente a partir de 2006. Ele lembra que na época do ‘Provão', as notas dos dois cursos não eram boas mas então começaram os investimentos na infraestrutura, na qualificação dos professores e aquisição de novos livros para a biblioteca.


Ele chama a atenção também em relação ao empenho dos alunos do vale do Juruá. "Estamos orgulhosos de nossos alunos. Eles realmente entram no curso de Letras objetivando uma melhor formação e o desenvolvimento da região", disse.


Mauro destaca ainda o empenho dos professores em se qualificar: "Os nossos professores estão empenhados em se qualificar e assim melhorar o nível do curso e os alunos querem cada vez mais uma melhor formação. O curso de Letras começou com professores graduados e hoje temos doutores no nosso quadro; a maioria dos professores são mestrandos e aqueles que são apenas graduados têm título de especialista ou estão batalhando a pós-graduação".


A transformação da Ufac do Juruá em Ufac/Floresta, projeto defendido e apoiado pelo Governo do Estado, também repercutiu favoravelmente no ambiente geral. Em 2006 começaram os novos cursos: Engenharia Florestal, Ciências Biológicas e Enfermagem e em 2008 os cursos de Letras-Espanhol, Ciências Biológicas e Educação Superior Indígena. Em 2007, foi inaugurado o novo campus e asfaltada a estrada que leva a ele.


A nova Ufac em Cruzeiro do Sul é o paraíso dos estudantes oriundos de escolas públicas, condição de mais de 90% deles. O número de alunos que ingressam na universidade é motivo de uma saudável disputa entre as três escolas de Ensino Médio de Cruzeiro do Sul: Escolas Dom Henrique Ruth, Craveiro Costa e Flodoardo Cabral. E mostra o resultado positivo dos investimentos em educação realizados pelo Governo do Estado nos últimos anos.

Agência de Notícias do Acre

Enviar para o Twitter

0 comentários: