quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Encontrados mais 468 atos secretos no Senado


Novo lote de documentos sigilosos também serviu para a nomear parentes e criar cargos políticos
Uma investigação realizada por técnicos do Senado encontrou mais 468 atos secretos, além dos cerca de 500 já identificados.


A nova leva revelada nesta terça-feira tem padrões semelhantes ao outro lote revelado anteriormente. Trata-se de uma série de nomeações de aparentados políticos, concessões de benefícios salariais e criação de cargo.


O primeiro-secretário do Senado, Heráclito Fortes, determinou a abertura de inquérito administrativo para apurar esses novos atos secretos. A nova sofra identificada foi inserida na publicação do Boletim de Administração Pessoal, depois do levantamento da comissão de sindicância que identificou outros atos secretos.


Os outros mais de 500 atos secretos divulgados anteriormente colocaram o presidente do Senado José Sarney no olho do furacão de denúncias que devastam a Casa. Foi por meio deles que chegou à imprensa a revelação de que Sarney nomeou parentes por meio desses documentos não divulgados.


Jovem Pan

Enviar para o Twitter

0 comentários: