terça-feira, 28 de julho de 2009

Lula: Senado tem 'maioridade' para resolver seu problema

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje, em entrevista à "Rádio Correio Sat", em Campina Grande, a 120 quilômetros de João Pessoa, que "o Senado tem maioridade para resolver seu problema". "Mas o que não pode é deixar a coisa esticar e esticar", afirmou. "Se a cada dia você tem uma novidade no jornal, por menor que seja, você vai criando um desgaste na instituição", disse, sobre as denúncias quase diárias de irregularidades envolvendo o presidente do Congresso, senador José Sarney (PMDB-AP), e o ex-diretor-geral do Senado Agaciel Maia.

Ao comentar o recesso da Casa, Lula disse esperar uma definição por parte dos senadores. "Na volta do recesso, eles têm de se reunir e dizer o que querem do Senado. O que não é possível é permitir esse desgaste porque isso mata as pessoas e mata a instituição." A "Rádio Correio Sat" é de propriedade do senador Roberto Cavalcanti (PRB-PB), aliado do governador da Paraíba, José Maranhão (PMDB). Até fevereiro, Cavalcanti era suplente de do governador no Senado. Ele assumiu a vaga deixada por Maranhão assim que o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), eleito em 2006, foi cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por compra de votos.

O presidente destacou a estratégia de conceder entrevistas à imprensa local. "É uma ideia do ministro Franklin Martins (Comunicação Social) que eu faça isso em cada Estado que visito", afirmou. A entrevista de Lula foi retransmitida por 30 emissoras e rádios comunitárias de todo o Estado.
Agência Estado

Enviar para o Twitter

0 comentários: