sexta-feira, 20 de março de 2009

Consenso entre as chapas

Há um consenso entre as três chapas que disputam, hoje (20), a eleição do DCE (Diretório Central dos Estudantes) do Instituto de Ensino Superior do Acre - IESACRE e União Educacional do Norte – UNINORTE, é necessário lutar pela melhoria na qualidade de ensino nas instituições. A proposta é prioridade número um das três chapas concorrentes.

A Faculdade Barão do Rio Branco, que faz parte da Uninorte, obteve nota insignificante (130 pontos) no Índice Geral de Cursos- IGC, fincando em último lugar no ranking do MEC (Ministério da Educação e Cultura) no Estado do Acre. O índice mede a qualidade nas instituições de ensino superior.

A Faculdade do Acre, que também faz parte da Uninorte, obteve nota 194, que a coloca, juntamente com Faculdade Barão do Rio Branco, na faixa 2, de uma escala de 1 a 5. Para o MEC estar na faixa 2 significa que o ensino vai mal e as faculdades desta faixa precisam de readequação na qualificação do ensino.

No Acre, somente IESACRE (256) e Universidade Federal do Acre – UFAC (260) obtiveram nota regular, ficando na faixa 3.

Os dados do IGC (Índice Geral de Cursos da Instituição) englobam a qualidade dos cursos de graduação e pós-graduação (mestrado e doutorado) de cada Instituição de Ensino Superior do Brasil. No cálculo do indicador, são utilizados a média do CPC (Conceito Preliminar do Curso) e o conceito fixado pela Capes para a pós-graduação, distribuída na totalidade de campi e municípios onde a instituição atua. O CPC é um componente relativo à nota do aluno no Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes), além da infra-estrutura e instalações, recursos didático-pedagógicos e corpo docente dos cursos de graduação.

Enviar para o Twitter

0 comentários: