sábado, 21 de março de 2009

Chapa três vence eleição do DCE IESACRE/UNINORTE


Por Edmilson Alves

Vencedores não revelam gastos de campanha. Mas foram os que mais esbanjaram materiais de alto custo como camisas e informativos coloridos.


A chapa três foi à vitoriosa na eleição do DCE (Diretório Central dos Estudantes) do Instituto de Ensino Superior do Acre – IESACRE e União Educacional do Norte – UNINORTE, a votação ocorreu de 9 às 21h de ontem (20) no campus das duas faculdades.
Segundo informou o presidente da Comissão Eleitoral, Otêniel Almeida, o estatuto do DCE não dispõe de dispositivos que regulamente a prestação de contas dos candidatos. Resultado, venceu a equipe que mais gastou, e, que, não revela seus gastos nem a fonte do dinheiro. “Temos amigos empresários” disse Giovanny Kley eleito vice-presidente.

O diretório eleito tem mandato de um ano para gerir os assuntos acadêmicos, inclusive, receitas financeiras advindas da confecção de carteiras estudantis e da realização de eventos.

Para o mestre em ciência política pela PUC de São Paulo, Nilson Euclides da Silva, é “grave” a falta prestação de contas no processo eleitoral. Segundo o cientista político sem a transparência no processo, a eleição fica em “cheque”, o que significa que pode perder a validade e legitimidade.

Até o momento nenhum acadêmico revelou interesse em pedir o cancelamento da eleição.

Em entrevista por telefone, Otêniel Almeida, presidente da Comissão Eleitoral, não pode revelar os números apurados. Avisou que somente na segunda-feira (23).

Enviar para o Twitter

1 comentários:

Gustavo Sinhorini Grasso disse...

To bonitão na foto
aieuhaeihoaeh